segunda-feira, 26 de abril de 2010

A máquina quebrou e não sei se há reparo.
Se alguém conhecer quem conserte máquinas que costuram palavras, me avise!
A minha soltou uma peça, e está louca, eu passo a linha, mas ela só me manda palavras soltas.

3 comentários:

Carolina de Castro disse...

Hehehehe.
Tipo a pilula falante da emília?
Bjos

junhoz disse...

Ah, às vezes me sinto assim...

as palavras vêm, vêm, mas não há como juntá-las!

Acho que o problema não tá na máquina, tá só na linha...

Débora Oliveira disse...

Quem sabe dessa vez o: solto é também livre!