domingo, 12 de abril de 2009

118

Entrada pela sala. Vê-se a janela aberta, sofá a direita, desses que você senta e afunda. à esquerda uma estante com fotos, alguns filmes, e CDs..Tapete pra quem quiser ficar pelo chão. Meio muro com a cozinha. Um vaso de flor, vestígio de refeição: um prato sobre a pia. Muita besteireira no armário.
Um banheiro que dá vontade de passar o dia inteiro nele. Quarto aconchegante, cama grande, que ganha do banheiro na vontade de passar o dia todo dentro. Uns penduricalhos, mesinha, alguns textos, cadernos e uma luminária.
Uma lavanderia, e uma área, uma rede.

Delícia.

4 comentários:

Robson Araújo disse...

acho que sera minha furuta casa...rrs gostei

Flor Baez disse...

nossa! tb tenho uma atração fatal por banheiros! adoro ler dentro deles!

sweet.cherry.pie disse...

Uma própria definição de paz... :D

Honório Félix disse...

Uma própria definição de esquecer-se num meio.